quarta-feira, 19 de março de 2014

O dia em que fui reprovada

Os filhos são nossos mais eficientes professores. Nos ensinam milhões de coisas que um dia terão de aprender também. Se formos bons alunos sempre estaremos caminhando no rumo certo, de nos tornarmos pessoas mais sensíveis, melhores, enfim...

Tenho tido grandes lições aqui em casa. São aulas diárias e intensivas, por vezes repetitivas (isso quando meu aproveitamento não chega a 100%). Nessa semana, fui testada e ... reprovada (fóim fóim fóim).

Eu estava envolvida com as atividades de casa, o Nathan dormia a soneca da tarde, a Laís brincava sozinha. Escutei a conversa dela até um certo tempo. Depois, só o silêncio. Olhei de relance para a sala, nem sinal da pequena. Aí, me apressei em tirar o sabão das mãos, pois tinha certeza que ela estava aprontando com aquele silêncio todo. Comecei minha jornada pelo restante da casa, já com a repreensão arquitetada na cabeça. Fiquei mais tensa quando não a vi no escritório do pai, onde ela gosta de aprontar. Mas, a repreensão ruiu no maior estrondo dentro do meu coração quando vi minha pequena dormindo na caminha dela, de verdade.

Julguei. Como somos rápidos nisso! Julgamos o tempo todo. Julgamos porque acreditamos, que tudo o que ocorre no universo, está na nossa órbita, e por isso temos o controle. Temos a verdade, temos a clareza do resultado de tudo em nossa mente. E julgamos porque a nossa mente nunca erra.

Nosso juízo é perigoso, pois pode nos afastar pessoas que poderiam ser especiais para nós, pode nos tornar autosuficientes e desprovidos de qualquer sentimento para com o próximo, pode nos fazer acabar com as chances de qualquer pessoa vencer na vida. Pode nos tornar tão bons, tão bons que ninguém se anime a compartilhar conosco nada de sua vida. Sabemos que nosso único juiz é Deus. Ele pode sim julgar, pois seu julgamento envolve compaixão, empatia, perdão, amor.

Que Ele seja nosso juiz e que nós sejamos tardios em julgar.

"Portanto és inescusável quando julgas, ó homem, quem quer que sejas, porque te condenas a ti mesmo naquilo em que julgas o outro." Romanos 2:1









Um comentário:

  1. oie sumi por falta de tempo mas irei voltando aos poucos...

    ResponderExcluir